quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

The Gym

Boas. Sei que ando escasso, mas sabe coo é, muitos afazares, muitas pesquisas... Hoje mesmo resolvi pesquisar um ambiente que até então não tinha frequentado: a academia de ginástica. POis é, pensei, como será um academia de ginástica no Japão? Muito japonês marombado? Bem, não me interessa, mas muito me interesseva ver como era, como se vestia, uma rata de academia japonesa. Hum, uma japinha de academia, taí um bom tema a ser pesquisado. E lá fui eu.
Pra começo de conversa aqui existem as academias comunitárias, do bairro. Comparando com o Brasil são um pouco melhores do que a média de uma academia brasileira, mas não chega a ser uma super academia de última geração. O prédio é gigante, porque engloba todo um centro esportivo, com piscinas aquecidas, quadras, salões de dança e a parte da academia. Outra facilidade é que você pode pagar por mês, por volta de 16 dólares, ou por visita, 3 dólares. Eu comprei uma entrada única. sabe como é, era só uma pesquisa rápida... Também não tem aquela encheção de saco de exame médico, isso e aquilo, você entra, vai pro vestiário, coloca seu tênis, pega uma toalhinha que eles dão pra limpar os aparelhos e manda bala. Bem, eu fui todo animado, pronto pra conhecer as japonesinhas marombeiras quando, de repente, não mais que de repente, ao entrar na academia, vejo que a mais garota do recinto devia ter uns 70 anos. Putz, só tem velho... Descobri o segredo da longevidade dos japinhas, os velhinhos são todos marombeiros. Bem, já que eu estava lá, resolvi aproveitar meus 3 dólares e malhar. Como tinha pelo menos a metade da idade de todos ali, sabia que ia ser o rei da academia, sabe como é, pegando mais peso, fazendo mais exercícios, isso aquilo...
Bem meis amigos, pra minha surpresa os velhinhos malham pesado. Pra começar tinha um senhor se apoiando em uma barra, igual aquelas de bailarina, que devia ter uns 100 anos, mas que estava fazendo alongamentos que eu não consegui fazer nem quando tinha 2 anos de idade. Olho pro outro lado e uma senhora de 234 anos de idade fazendo supino, outro de 134 na barra inclinada... Parecia um universo paralelo, um pesadelo, uma academia de ginástica da quinta idade. Depois de uma hora, desiludido com a minha experiência, peguei minha toalhinha e voltei para casa. Eu não sei onde malham as japinhas de academia do Japão, mas certamente não é nas academias comunitárias...

Pri: E aí, leu o relatório? É longo hein...

4 comentários:

Pri disse...

hahahahaha. Calma, calma! Eu to lendo, só que devagar!!!
É que o tico não é mto fluente no ingles, aí o teco tem que ficar parando toda hora pra explicar, aí demora né!
hehehe
Esses velhinhos malhando devem ser iguais ao meu pai!
Não que ele seja velho...mas não é novo tbm!!!E se acha o maromberaço da parada!
hehehe

Tay disse...

Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaaha!
Ow, levar surra de velinho é dose, David! Caramba... que humilhação!!!
E ainda conta!
;P

luciana disse...

Daviid! saudades! :)
quando você voltar pra Brasília, vai dar aula no Sênior??

Sarah Nogueira disse...

Oi!!! Hoje teve encontro dos primos! Saudade lascada de você!!
Beijos